Tipos de acabamentos gráficos

Conhecer ou ter alguma noção dos tipos de acabamentos gráficos disponíveis no mercado faz toda a diferença no momento de planear uma impressão.

Escrito por: WCOMM • 07.09.2021

O acabamento gráfico é o processo final de uma impressão digital, que pode transformar um produto impresso num material sofisticado e com qualidade, através de diferentes técnicas de acabamento.
 
Deixamos abaixo os tipos de acabamento mais utilizados, para um melhor entendimento dos mesmos.
Laminação

A laminação é o processo de “encapar” a impressão com uma camada de plástico adesivo. Esta camada pode ser brilho ou mate.  Tem a função de proporcionar mais durabilidade ao produto e por essa razão, costuma ser aplicada em ambos os lados de cada impresso.

A laminação brilho é ideal para impressões com muitas cores e imagens. Já a mate é melhor para impressões com muito texto.

Deve-se ter atenção à gramagem do papel, pois se for muito fino a laminação pode causar curvatura no papel.

 

Verniz

O verniz é uma tinta transparente de alto brilho.

É muito usado em cartões de visita, ementas e capas de livros.

O efeito do verniz é semelhante ao da laminação, no entanto, tem algumas  vantagens:

Primeiro pode ser aplicado em papéis de gramagens mais pequenas e depois tem a grande vantagem de conseguir ser aplicado em partes específicas da impressão, ao qual chamamos de verniz UV localizado.

 

Corte

O corte  tem o objetivo de “moldar” ou recortar os papéis, criando formatos personalizados.

Para isso são usadas as facas (metais pré-moldados), ou equipamentos a laser. As facas são criadas exclusivamente para cada formato. Já o corte a laser não precisa de um objeto pré-moldado e consegue alcançar um nível de detalhe muito maior.

É muito usado para fazer embalagens personalizadas e peças de destaque, como as de ponto de venda por exemplo.

 

Laminação

Dobra e Vinco

Corte

Dobra e Vinco

O vinco é a marcação feita no papel, que serve como linha orientadora para que os papéis possam ser dobrados de forma correta. Sem os vincos, as dobras estragam a qualidade da impressão, pois as fibras dos papéis são muito sensíveis.

O custo é baixo e por isso é muito utilizado em folders, convites e ementas.

 

Cantos arredondados

Muito utilizado em cartão de visita e com um custo baixo. Não é obrigatório arredondar os quatro cantos, pode-se optar por um, dois ou três cantos separadamente, criando um detalhe original na peça.

 

Relevo

Dá estaque a elementos específicos, criando uma sensação diferenciada ao toque.

A técnica é aplicada através de uma matriz encavográfica (chapa com sulcos) e um contramolde sobre o papel.

 

Gravação a Quente

Também conhecido como Hot Stamping.

Tal como o verniz localizado, serve para destacar elementos selecionados. A diferença é que em vez de tinta brilhante e transparente, usa-se uma fita de metal.  A fita é pressionada contra o suporte negativo em altas temperaturas. O material liquidifica-se e adere ao papel, o que confere uma espécie de relevo metálico.

Apesar de se poder fazer a estampa com várias cores, as mais comuns são o prateado e o dourado.

Encadernação

Muito conhecido, este acabamento é a junção de páginas para triagens de livros, revistas, catálogos, etc.

Existe várias técnicas de encadernação, consoante o efeito final pretendido e o tipo de peça impressa.

A encadernação a quente é um processo de colagem que geralmente dá origem aos livros no formato em que os conhecemos, acompanhando a lombada.

As capas das encadernações com lombada podem ser flexíveis ou rígidas.

Na encadernação com espiral plástica são feitos furos mecânicos nas folhas e na capa e depois a espiral plástica é enfiada nos buracos. É muito popular por ser um material económico e permitir abrir o documento a 360º graus.

A encadernação com agrafes é muito prática e eficaz. É muito usado no acabamento gráfico de revistas. Permite uma abertura total e adequa-se a brochuras com um número entre 2 a 100 páginas.

Encadernação

Para terminar alertamos para o facto de que escolher uma ou mais técnicas aleatoriamente não garante um resultado satisfatório a qualquer peça.
É necessário definir muito bem qual o melhor acabamento, para que a arte unida à finalização garanta mais qualidade e satisfação no resultado final.
Para o aconselhar, pode sempre contar com a WCOMM!

A WCOMM pode ajudar o seu negócio!

BREVEMENTE

Erros mais comuns no impressão gráfica e como evitá-los

Estamos a preparar um artigo bastante útil para si e para a sua empresa.

Fique atento!

man-working-printing-house-with-paper-paints-min