Qual a diferença entre os sistemas de cores CMYK, RGB e Pantone

As cores têm muita importância nos mais diferentes sectores como a arquitectura, moda, artes plásticas, design, entre outros, mas é na Comunicação Visual/Gráfica que temos que ter um cuidado redobrado para conseguirmos passar a quem vê toda a sua essência.

Escrito por: WCOMM • 27.07.2021

Vamos explicar-lhe um pouco sobre os sistemas de cor que utilizamos na Comunicação Visual/Gráfica e como influenciam na criação de um projecto.
 
Atualmente, os padrões de cor mais utilizados são o RGB, o Pantone e o CMYK.
As suas características são:

CMYK

Este sistema de cores é muito utilizado na indústria gráfica. As suas siglas são a representação das cores primárias são o  Cyan,  Magenta,  Yellow e Black e é a partir delas que se produzem a maioria das cores do espectro.

É importante salientar que no CMYK temos dois tipos de preto, o puro/simples que é apenas o preto, e temos o composto que é a mistura de amarelo, cyan, magenta e preto.

Dependendo do tipo de impressora que se use, o preto poderá ter mais intensidade se optar por composto.

RGB

Podemos encontrar este sistema de cores maioritariamente nas televisões, smartphones e monitores de computador. A sua escala de cor é menor que as do Pantone e maior que a do CMYK, no entanto ele disponibiliza uma vasta opção de cores.

 

RGB são as letras das suas cores primárias Red (vermelho), Green (verde) e Blue (azul) e este s istema faz-se através da junção de determinadas cores de forma a criar novas variantes. 

 

Por possuir representações numéricas, elas são formadas por três números que vão dos 0 aos 255. Abaixo exemplos:

 

  • Branco: 255, 255, 255

  • Preto: 0, 0, 0

  • Azul: 0, 0, 255

  • Vermelho: 255, 0, 0

  • Verde: 0, 255, 0

  • Amarelo: 255, 255, 0

PANTONE

A Pantone é uma empresa que desenvolve sistemas codificados de organização de cores e é uma referência no mercado das cores.

 

Este é um sistema de cor muito útil, pois permite replicar as cores através de um sistema de numeração e em formato de chip. Atualmente este sistema permite criar vários tons, efeitos metálicos e fluorescentes, inclusive várias tonalidades do CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto).

 

Na Pantone, cada cor tem o seu código que é composto por números e a letra C (Coated – papel a imprimir com revestimento) ou U (Uncoated – papel a imprimir sem revestimento). Este é um pormenor importante  a ter em consideração para que o resultado final do trabalho fique perfeito.

Pantones e Materiais de Impressão
As diferenças entre RGB, Pantone e CMYK:

Entre os sistemas de cor CMYK e RGB, a diferença está na forma como se projetam e interagem com a luz, sendo que o RGB tem a sua própria luz e por ter uma vasta escala de cores, ele acaba por ser utilizado em televisores, smartphones e monitores de computador.

 

Já o CMYK em vez de emitir luz, ele absorve-a, subtraindo a cor que precisa de cada cor primária e transforma-a, influenciando a sua leitura quando exibidos no monitor.

Esperamos que tenha gostado das nossa partilha e já sabe, alguma questão estamos cá para o ajudar.

A WCOMM pode ajudar o seu negócio!

BREVEMENTE

Sugestões gráficas do que deve ter num evento de marca

Estamos a preparar um artigo bastante útil para si e para a sua empresa.

Fique atento!

EVENT